quinta-feira, abril 17, 2008


fiz rio do teu riso
e tive a paz de quem
morreu sem saudades

10 comentários:

disse...

Ah, a saudade... não sinto mais! rsrs
Xeros

Laís disse...

Fez rio do riso e mergulhou tão profundo que fez parte de tudo e nem saudade pulsou mais que partiu...

Saudades da Ká!

Abraços para Gleuber!

Rafael Terra disse...

Achei o teu blog pelo Projeto Reticere. Tão bom quanto :)

André L. Soares disse...

Muito bons mesmo... os poemas e os desenhos. Grande abraço!

Srta. L. disse...

Não sei se tenho tanta paz assim. Não a ponto de morrer sem saudades. Desenhos maravilhosos. :*'s

Lindascores disse...

passei por aqui... karina

Nine disse...

fiz do sorriso retrato estampado na parede...
queria tmb essa paz...
adorei teu blog...
abraços...
= ]

Ina disse...

Encontrei teu blog por caso e coloquei nos favoritos, adorei, venho te visitar! Um abraço

Ina disse...

por acaso*

Girallua disse...

Ah, palavras que alimentam a alma e encantam o coracao...